Segunda - Sexta 10.00-13:00 | 14:00-19.00 Sábado - 10.00-13.00

ESPECIALIDADE DE MEDICINA GERAL E FAMILIAR

 

O QUE É MEDICINA GERAL E FAMILIAR

Especialidade orientada para a prestação de cuidados de saúde primários, encaminhando, sempre que necessário, o doente para outras especialidades médicas ou cirúrgicas.

QUEM EXERCE

Medicina Geral e Familiar é exercida por médicos com uma formação que abrange, de forma genérica, todas as áreas de especialidade, assim permitindo reconhecer e orientar cada caso do modo mais apropriado, e que trabalham em estreita articulação com todas as especialidades do centro AMA-TE.

Na sua essência, estes são os médicos onde desejavelmente tudo deve começar e acabar, na condução dos processos de saúde e doença.

A Medicina Geral e Familiar é, portanto, um alicerce fundamental no apoio aos pacientes e às suas famílias, acompanhando-os regularmente e oferecendo cuidados de natureza preventiva e curativa, física e emocional, orgânica e funcional, sem limites de idade.

Na MGF não existe dicotomia entre prevenção e cura e todas as doenças podem ser abordadas. Segundo a literatura mundial resolve 80 a 90% dos problemas de saúde.

GRUPO HPA SAUDE

Serviços

ÁREAS DEINTERVENÇÃO

01

URGÊNCIA INFANTIL

Consulta de urgência
02

CONSULTA AGUDA

Consulta da Dor
03

CONSULTA FAMILIAR

Consulta Planeamento Saúde da Mulher

MEDICINA GERAL E FAMILIAR

CARACTERIZAÇÃO

  • ser normalmente o primeiro ponto de contacto médico com o sistema de saúde, proporcionando um acesso aberto e ilimitado aos seus utentes e lidando com todos os problemas de saúde, independentemente da idade, sexo, ou qualquer outra característica da pessoa em questão;
  • utilizar eficientemente os recursos da Saúde, coordenando a prestação de cuidados, trabalhando com outros profissionais no contexto dos cuidados primários e gerindo a interface com outras especialidades, assumindo um papel de advocacia do paciente sempre que necessário;
  • desenvolver uma abordagem centrada na pessoa, orientada para o indivíduo, a família e a comunidade;
  • ter um processo de Consulta singular em que se estabelece uma relação ao longo do tempo, através de uma comunicação médico-paciente efectiva;
  • ser responsável pela prestação de cuidados continuados longitudinalmente consoante as necessidades do paciente;
  • possuir um processo de tomada de decisão determinado pela prevalência e incidência de doença na comunidade;
  • gerir simultaneamente os problemas, tanto agudos como crónicos, dos pacientes individuais;
  • gerir a doença que se apresenta de forma indiferenciada, numa fase precoce da sua história natural, e que pode necessitar de intervenção urgente;
  • promover a saúde e bem-estar através de intervenções tanto apropriadas como efectivas.
  • ter uma responsabilidade específica pela saúde da comunidade.
  • lidar com os problemas de saúde em todas as suas dimensões física, psicológica, social, cultural e existencial.
Image

A NOSSA EQUIPA

DE MEDICINA GERAL E FAMILIAR


Diogo Ferreira

Clinica Geral
Saiba mais...